Blog da Jorlan GO

Saiba em quais equipamentos investir para ter uma direção segura

Sim, existem muitas pessoas conscientes no trânsito e que cuidam de sua segurança e, ao mesmo tempo, do amigo do carro ao lado ao dirigir seguramente. Infelizmente, também existe o outro lado da moeda, com pessoas inseguras e irresponsáveis ao volante, que colocam em risco a vida de milhares de motoristas todos os dias.

Para agravar a situação, defeitos em equipamentos de trânsito (semáforos e quebra-molas) e pistas irregulares e perigosas, tornam tudo ainda complicado.

O Brasil é o quarto país no mundo com acidentes fatais no trânsito e para ajudar a diminuir estes riscos, além de praticar a direção racional, há diversos equipamentos disponíveis para investir em sua segurança. Vamos conferir alguns?

Freios ABS

Muitos acidentes acontecem no ato da frenagem, quando o motorista acaba perdendo o controle do veículo.

Com o sistema anti-travamento das rodas, o freio ABS permite o controle do carro por parte do motorista, que consegue pará-lo ou mudá-lo de direção sem maiores problemas e danos.

O freio ABS talvez seja o item mais importante para a segurança do carro disponível no mercado atualmente.

Airbags

A bolsa de ar, mais conhecida como airbag, é um equipamento extremamente útil e que já salvou a vida de milhares no mundo inteiro em acidentes de forte impacto.

Acoplado no painel do carro, o airbag infla no exato instante da colisão e seu propósito é amortecer o impacto, evitando danos mais graves ao motorista e seus passageiros.

Todos os veículos novos, que saem das montadoras atualmente, já são obrigadas a oferecem este item.

Sensor de pontos cegos

Os pontos cegos dos retrovisores do motorista são uma dor de cabeça e tanto na hora de manobrar e podem causar acidentes.

O sensor de pontos cegos evita que isto ocorra ao “enxergar” um veículo escondido nesses pontos e avisa o motorista imediatamente com sinais luminosos ou efeitos sonoros.

Cintos de segurança com pré-tensionador

Qualquer carro dispõe de cintos de segurança, no entanto, o pré-tensionador é um dispositivo que visa melhorar a eficiência deste equipamento ao diminuir a folga entre o motorista e os passageiros no momento da colisão.

Ou seja, o reforço traz o motorista na direção do assento ao apertá-lo mais e auxilia no funcionamento dos airbags. Ele também funciona no ato da aceleração e desaceleração do veículo, evitando o deslocamento constante dos usuários.

Encosto de cabeça

Trata-se de uma peça almofada acoplada à parte superior dos assentos, exatamente atrás da cabeça do motorista e passageiros.

Sua função é evitar que o impacto produza um golpe de chicote cervical ao segurar o movimento violento da cabeça para trás. A maioria dos carros atuais já sai da fábrica com o encosto, mas ainda circulam muitos automóveis sem este recurso.

Barras laterais

As barras laterais são estruturas metálicas que utilizam aço de alta resistência, mais rígido do que a maior parte usado na carroceria, e fica acoplado no interior das portas do veículo.

Seu propósito é proteger os passageiros de colisões laterais. Infelizmente, no Brasil o item ainda não é obrigatório e é preciso adquirir depois da compra ou solicitar um carro com o equipamento em seu interior.

Controle de estabilidade

Este equipamento tem em seu nome a explicação de sua função: serve para estabilizar o automóvel em momentos de adversidade.

O controle de estabilidade funciona com sensores que avaliam as condições de rodagem a todo instante e, assim que nota alguma anormalidade, envia sinais para o freio e o câmbio, efetuando frenagens automáticas nas quatro rodas em diferentes pressões para corrigir a trajetória, evitando derrapagens e perda total do controle.

E você, está pesando em adquirir alguns destes itens para reforçar a segurança do seu carro? Já possui algum? Compartilhe com a gente suas experiências e continue navegando no blog!