Blog da Jorlan GO

Como agir em um acidente de trânsito em 6 passos

Por mais que tenhamos o hábito de dirigir sempre atentos e de forma defensiva, em vários tipos de situação acaba sendo inevitável o envolvimento em acidentes. E mesmo que essa situação seja complicada, existem maneiras de contornar tudo de forma simples e ágil.

Confira nos tópicos abaixo nossas dicas sobre como agir em um acidente de trânsito e entenda como em grande parte dos casos tudo pode ser resolvido em poucos minutos!

 

1. Mantenha a calma

É claro que se envolver em um acidente de trânsito nunca é uma experiência agradável, mas, mesmo assim, é importantíssimo que você mantenha a calma para não agravar ainda mais a situação. Se o acidente não foi grave e suas condições físicas e mentais foram preservadas mesmo após o impacto, você precisará se mostrar tranquilo para ter condições de avaliar uma série de outras questões e tomar algumas atitudes — que explicaremos melhor a seguir!

2. Verifique se todos os ocupantes do veículo estão bem

Caso o veículo acidentado possua mais pessoas além de você, antes mesmo de verificar a extensão do estrago ou tentar entender quem está errado na ocasião, é importantíssimo certificar-se de que os demais ocupantes do carro não se feriram ou desmaiaram em função do acidente. Se isso tiver ocorrido, toque o mínimo possível na vítima: tente apenas liberar qualquer obstrução que esteja atrapalhando a respiração e chame o SAMU imediatamente.

3. Analise a necessidade de retirar o veículo da via

Se na situação anterior você notou que existem vítimas graves dentro do veículo, sinalize o local em volta e em hipótese alguma mova o carro para liberar a via onde o acidente ocorreu. Assim, com a via devidamente sinalizada, você poderá aguardar pela perícia e pelo serviço médico no local.

Por outro lado, se você for o único ocupante ou os demais passageiros estiverem bem, é fundamental que nos casos possíveis o veículo seja estacionado em um local em que o tráfego não seja obstruído e as demais providências possam ser tomadas com tranquilidade. Do contrário, o condutor poderá arcar com uma infração média e suas consequências (fique ligado na legislação vigente das multas, sempre!).

4. Registre e anote todas as informações importantes

Para fins de pagamentos de seguros e outras questões, é importante que você tire fotos dos danos em seu veículo, anote a data e o horário do ocorrido, o local exato do acidente e outras informações que podem ser relevantes para o futuro — como o telefone de possíveis testemunhas que poderão ajudar a resolver a situação com maior agilidade.

5. Faça um boletim de ocorrência o quanto antes

Para que a situação seja regularizada e se resolva junto à seguradora, é necessário que um boletim de ocorrência (B.O) seja realizado. Para fazer isso, você pode procurar uma delegacia especializada ou até mesmo fazer o procedimento pela internet. As duas formas possuem o mesmo valor legal para as empresas de seguro.

6. Lembre-se de que bom senso é fundamental

Caso o acidente envolva outros veículos, é importante entender de quem é a responsabilidade do ocorrido. Além de ser a atitude mais ética, é importante que você assuma o erro se a culpa for de fato sua, ou faça a outra parte compreender o que aconteceu de errado. É isso que irá determinar, na maioria das vezes, quem terá que acionar o seguro — o que leva a perda de bônus e pagamentos de franquias.

Tenha empatia com o próximo, cordialidade ao tratar do assunto e, principalmente: faça a manutenção periódica de seu carro e dirija com atenção e responsabilidade.

Viu só como é possível entender com facilidade como agir em um acidente de trânsito? E agora, que tal fazer com que seus amigos também possam aproveitar esse conteúdo? É só compartilhar em suas redes sociais!