Blog da Jorlan DF

Carro com câmbio automático consome mais combustível?

É muito comum em um bate papo informal sobre automóveis ouvirmos alguém dizer que não compra carro automático pois seu consumo é muito elevado. Até mesmo alguns profissionais do ramo, como consultores de vendas, ou mesmo mecânicos, afirmam esse fato, na maioria das vezes de maneira infundada. Será que isso é verdade? Carros automáticos têm um consumo mais elevado? Veja a seguir:

Como eram os câmbios automáticos antigos?

Os câmbios automáticos mais antigos realmente consumiam mais combustível, principalmente pelo fato de a tecnologia empregada ser ainda limitada para a época. Os mecanismos internos de uma caixa automática não eram tão precisos, e seu funcionamento gerava um desperdício de energia maior, seja por maior atrito, por variação de temperatura, por utilizar materiais mais pesados, entre outros fatores. Era comum termos câmbios automáticos com apenas três ou quatro marchas, como ainda acontece com alguns modelos vendidos no Brasil.

Com um menor número de marchas, ou optava-se por fazer um carro com as marchas muito alongadas (permitindo maiores velocidades com uma mesma rotação do motor) para privilegiar o consumo, e, consequentemente, prejudicando consideravelmente o desempenho; ou fazia-se o contrário: um câmbio com marchas curtas e consumo elevado. O mercado optou, na maioria dos casos, pela segunda opção. Imagine você viajando a 80km/h em terceira marcha. É fácil perceber que o motor trabalha em giro alto, necessitando de mais marcha, ou seja, de uma quarta ou quinta.

Como são os câmbios automáticos modernos?

Hoje encontramos um cenário diferente do que se via em 1980 ou 1990. Os combustíveis foram ficando mais caros, a consciência ambiental cresceu, as normas ambientais ficaram cada dia mais exigentes e a concorrência foi aprimorando.

Naturalmente a necessidade de evoluir o câmbio automático apareceu, e assim modelos automáticos com seis marchas já são realidade no mercado, e isso não é exclusivo de carros importados: o Chevrolet Onix, por exemplo, possui este tipo de câmbio. Dessa forma, a tecnologia foi evoluindo e novos materiais estão sendo empregados com mais resistência e menor peso.

Testes e mais testes são realizados para encontrar-se o ajuste ideal para cada carro, a central eletrônica constantemente é atualizada. Até mesmo o sistema de lubrificação foi aprimorado com o intuito de diminuir o atrito interno entre os componentes da caixa, desperdiçando menos energia por atrito, ou seja: o câmbio atual é muito superior aos utilizados no passado. Com isso, é notável a melhora em desempenho, conforto e, principalmente, no consumo.

Afinal, o câmbio automático consome mais?

Sim. O carro automático realmente consome um pouco mais de combustível. Se pegarmos dois carros iguais, alterando apenas o câmbio entre mecânico (ou manual) ou automático, veremos que esse consumo a mais fica em torno de 10 a 15% em um câmbio de concepção antiga com 4 marchas, como alguns modelos ainda vendidos no mercado brasileiro. Isso significa que um tanque de combustível de R$100,00 teria um custo adicional entre R$10,00 a R$15,00, caso o câmbio fosse automático. Já em um câmbio moderno, com seis marchas, esse aumento de consumo maior é de, em média, 5%. Agora, se você optar por um câmbio automático mais sofisticado, e, consequentemente, mais caro, não se assuste ao ver um consumo igual ou até ligeiramente melhor que sua versão mecânica!

Vale a pena comprar um carro com câmbio automático?

É muito importante conhecer o câmbio antes de efetuar a compra. Faça um test drive, conheça diferentes câmbios automáticos e veja se você realmente gosta. O ganho em conforto com um câmbio automático é enorme, principalmente com trânsito congestionado, típico de grandes centros urbanos. Se você é o tipo de pessoa que não gosta muito de trocar de marcha, cansou de cambiar, ou faz com certa hesitação, saiba que um câmbio automático poderá te trazer muito conforto.

Procure por câmbios automáticos de seis marchas, pois eles são confiáveis, consagrados no mercado, e possuem uma boa relação desempenho X consumo, comparando-os com os manuais. Saiba também, que o mercado nacional está com uma forte tendência de câmbios automáticos, tanto que carros compactos já estão recebendo essa opção e alguns modelos superiores sequer possuem uma versão mecânica. Isso pode gerar uma boa valorização na hora da revenda.

Economize combustível com um câmbio automático

Tão importante quanto buscar um câmbio automático eficiente para seu carro é conduzir o veículo de maneira apropriada. Evite acelerações bruscas e ganhe velocidade sempre com tranquilidade e progressividade. Antecipe paradas aliviando o pé do acelerador. Evite segurar o carro em uma subida pelo acelerador pisando sempre no freio e só acelerando quando o trânsito fluir. Faça a revisão programada corretamente no seu concessionário, trocando o fluido da transmissão no tempo recomendado pelo fabricante. Leia o manual de instruções do veículo e saiba o modo ideal de utilizar o câmbio automático do seu carro.

Qualquer dúvida consulte a concessionária ou deixe o seu comentário, e, claro, aproveite o prazer de dirigir um carro automático!