Blog da Jorlan DF

Calibragem. Como conferir se a pressão dos pneus está correta?

Instabilidade do automóvel, gasto excessivo de combustível e redução da vida útil dos pneus. Essas são apenas algumas consequências de uma calibragem feita indevidamente. De fato, calibrar os pneus pode parecer bem simples, mas é preciso ficar atento a detalhes técnicos que podem ser decisivos para determinar quanto tempo eles irão durar. Confira agora 4 dicas muito úteis para manter os pneus sempre calibrados!

 

Periodicidade

Na correria desenfreada do dia a dia, lembrar-se de calibrar os pneus pode acabar sendo um principal desafio, não é mesmo? O ideal é que eles sejam calibrados frequentemente, em um intervalo de uma semana ou, no máximo, 15 dias, de preferência em oficinas especializadas, já que os habituais postos de combustível não costumam dar a manutenção adequada para os aparelhos calibradores que, em função de possíveis infiltrações na mangueira, podem gerar resultados irreais.

Medida correta

“28, 30 ou 33?”. Se você já se deparou com esse tipo de pergunta ao solicitar que o frentista calibrasse os pneus, sabe que deve pesquisar de antemão qual a calibragem apropriada para o seu veículo. Geralmente, ela vem indicada no manual do proprietário, sendo que alguns modelos optam por trazer esse tipo de informação na tampa do tanque de gasolina ou mesmo em adesivos do lado de dentro da porta.

Atenha-se a esse número, pois cada carro tem o seu. Já o excesso de pressão nos pneus leva o carro à instabilidade, especialmente em frenagens, além de desgastá-los. Em contraponto, a falta de calibragem também contribui para o desgaste da borracha, elevando ainda o consumo de combustível.

Hora certa para calibrar

O recomendado é que se faça a calibragem logo quando for sair de casa, pela manhã, com os pneus ainda frios. Mecânicos explicam que, nesse horário, as partículas de ar dentro da câmara do pneu encontram-se mais estáveis, fazendo com que o resultado obtido pelo calibrador esteja mais perto da realidade. Se mesmo assim você olhou para o pneu e continuou na dúvida sobre se ele está ou não cheio, tenha sempre com você um aparelho medidor de pressão para tirar a prova.

Verifique a carga

Principalmente se for viajar, não se esqueça de colocar algumas libras a mais nos pneus traseiros, que comportarão uma carga maior devido à bagagem no porta-malas. Por exemplo, um veículo que necessita de uma calibragem média de 30 libras para duas pessoas, segundo o fabricante, pede pelo menos 33 libras nos pneus traseiros em casos de carga no porta-malas. E já que estamos falando de pegar a estrada, a calibragem do estepe é fundamental, se você não quiser correr o risco de ficar parado no meio do caminho.

Variáveis como peso, temperatura e pressão, além das condições das pistas, interferem consideravelmente no tempo de duração dos pneus, no entanto, uma calibragem correta é capaz de garantir pelo menos ¼ a mais de vida útil para eles. Comprar um carro hoje em dia está cada vez mais simples diante do crédito facilitado, porém dar a manutenção adequada é bem mais complexo e exige dedicação diária.

E então, você está fazendo a calibragem correta nos pneus do seu carro? Já tece algum tipo de problema decorrente da falta de calibragem? Compartilhe com a gente através dos comentários! E lembre-se; para garantir que o seu veículo não tenha nenhum problema, leve-o sempre em uma concessionária autorizada!