Blog da Jorlan DF

Aprenda a dirigir de forma econômica

Dirigir de forma econômica é um bom jeito de visitar menos vezes os postos de combustível e, consequentemente, economizar. Com os preços da gasolina ultrapassando a casa de R$3,00 por litro em praticamente o todo o Brasil, nada mais interessante do que buscar a economia, não é mesmo? E ela pode vir com pequenas atitudes no seu dia a dia, apenas mudando um pouco os hábitos. Veja algumas dicas:
Não acelere demais
O acelerador é o inimigo número um do consumo do seu carro. Claro, ele é responsável por injetar combustível no seu motor e quanto mais usado ele for, maior será o consumo. Como não da para deixá-lo de lado, o jeito é usar o mínimo possível. Quando o semáforo abrir ou você for arrancar o veículo, por exemplo, acelere com suavidade, sem pisar fundo, trocando de marchas mais cedo, em torno de 3000 rpm, dependendo da força do seu carro. Se estiver arrancando em uma descida, pode trocar inclusive mais cedo, a 2000 rpm. Se você perceber que logo à frente existe algum obstáculo que te obrigue a diminuir a velocidade tire o pé do acelerador antecipadamente, reduzindo a aceleração progressivamente e ajudando a economizar inclusive nos freios.
Viaje mais devagar
Que tal tentar viajar um pouco mais devagar? Em vez de encarar uma estrada a 120km/h, por que não tentar manter entre 100 ou 110km/h? Para se ter uma ideia, imagine um trajeto de 200km. O tempo gasto para percorrer essa distância será de 100 minutos, a 120km/h e de 120 minutos a 100km/h, ou seja, uma diferença de 20 minutos entre uma velocidade e outra. Porém, andando mais devagar, no caso 100km/h, você pode conseguir uma economia de até 30% de combustível! Um carro que faria 15km/l andando a 100km/h pode passar a fazer 10,5km/l andando a 120km/h. É claro que isso depende do motor e das condições da via na prática, mas a economia de combustível existirá de toda forma.
É importante lembrar que menor consumo melhora também a autonomia e, dependendo da distância a ser percorrida, a maior autonomia pode ser suficiente para chegar ao destino sem precisar abastecer no caminho minimizando aquele “tempo perdido” por andar mais devagar.
Use a técnica do “cut-off”
Praticamente todos os carros fabricados ao redor do mundo possuem injeção eletrônica de combustível. A injeção eletrônica permite a ação do “cut off”, que basicamente significa cortar a injeção de combustível do motor quando tiramos o pé do acelerador. Dessa forma, ao encarar uma ladeira, se você tirar completamente o pé do acelerador, o consumo será nulo. Mas para a condição de “cut off” valer, o câmbio tem que estar engatado, pois o que mantém o motor funcionando são as rodas de transmissão, através da inercia do veículo.
Se seu carro tiver computador de bordo, experimente colocá-lo na visualização de consumo instantâneo e veja o consumo de combustível ser praticamente 0, marcando 50km/l, 99km/l ou infinito dependendo carro nessa condição. Portanto, desça sempre engrenado e economize combustível.
Evite usar o ar-condicionado o tempo todo
O ar-condicionado também é responsável pelo consumo de combustível. Em um ambiente urbano, ele pode elevar o consumo do carro entre 10 e 20%, dependendo do veículo. O motivo é que seu funcionamento rouba potência do motor, exigindo mais esforço dele. A dica aqui é evitar dirigir com o ar-condicionado ligado o tempo todo. Em dias mais frios, prefira usar somente o ventilador do carro. Se sua cidade tiver climas mais amenos, evite usar o ar-condicionado pela manhã, que é quando o clima ainda está fresco. Procure parar o carro em sombras para que ele não esquente muito gerando a necessidade de ligar o ar quando você entrar nele.
A utilização de películas escurecidas, conhecidas como insulfilm, ajuda a reduzir a incidência de raios solares no automóvel, mantendo o interior com temperatura mais agradável quando o carro estiver estacionado.
Quer mais dicas de como dirigir de forma econômica? Confira também esse nosso outro post. Aproveite para conhecer toda a linha Chevrolet e agendar seu test drive na sua Jorlan mais próxima!