Blog da Jorlan DF

Afinal, os pneus ecológicos são seguros e valem mais a pena?

Nos últimos anos, o tema sustentabilidade passou a receber atenção e investimentos por parte de muitos fabricantes de pneus. O mercado automotivo tem passado por mudanças muito interessantes nesse sentido, apresentando novas opções com viés sustentável, a exemplo dos pneus ecológicos.

O desenvolvimento desses pneus começou devido à necessidade cada vez maior de economizar combustível e diminuir o percentual de poluentes lançados na atmosfera. Além disso, essa preocupação também parte dos próprios consumidores que, cada vez mais, têm optado por gastar dinheiro em empresas que desenvolvam as chamadas “ações verdes”.

Por dentro dos pneus ecológicos

Normalmente, os pneus ecológicos são categorizados como itens de “linha verde” dos fabricantes convencionais, como a linha Scorpion da Pirelli, que comercializa um dos modelos sustentáveis de pneus mais usados no mundo.

O processo de fabricação envolve o petróleo em conjunto com uma série de materiais. Entre eles, teremos a sílica, um composto derivado da areia e um dos mais importantes nesse segmento de sustentável.

No pneu tradicional, a borracha predomina sobre outros compostos, como enxofre, ácido esteárico e óxido de zinco. Porém, a diferença essencial é que, ao contrário dos pneus ecológicos, não há adição de materiais sustentáveis. Nos pneus verdes, é feita a substituição de parte dos ingredientes que compõem o pneu tradicional por compostos que são provenientes de fontes renováveis.

Vantagens dos pneus ecológicos

Além de não agredir a natureza, os pneus verdes também trazem outras vantagens interessantes aos seus usuários:

  • economia: os pneus ecológicos são mais leves e oferecem menos resistência à rolagem. Com menos atrito e resistência, é possível obter uma redução no consumo de combustível. Consequentemente, também são reduzidas as emissões de CO2;
  • mais aderência: quando o assunto é pistas molhadas, os pneus verdes se mostram muito competentes. Essa linha oferece melhor nível de aderência para dias chuvosos, garantindo ao motorista mais controle do carro e mais segurança;
  • segurança: com os avanços tecnológicos, altos investimentos no setor ajudaram a promover testes cada vez mais rígidos. Por isso, os pneus ecológicos estão no mesmo patamar de segurança dos pneus das principais linhas do mercado;
  • silencioso: ao utilizar o pneu ecológico pela primeira vez, é bem provável que o ponto que mais chamará a atenção do motorista será a redução dos ruídos. Esse “silêncio” é possível graças à matéria-prima usada na composição.

É interessante ressaltar que esses são apenas alguns dos benefícios oferecidos pelos pneus ecológicos. Ao optar pelo uso desse produto, o condutor poderá observar diversas outras vantagens.

Pneu ecológico x pneu tradicional

A escolha entre o pneu ecológico e o tradicional sempre fica a cargo do motorista. Nesse caso, é sempre importante observar alguns pontos para entender melhor quando um se torna uma boa opção e outro não.

Por exemplo, os pneus ecológicos podem ser muito interessantes para quem transita em centros urbanos, especialmente por serem locais onde a velocidade é mais baixa e o tempo parado no trânsito é maior. Por outro lado, se o motorista utiliza muito o carro para viagens longas, pode ser melhor optar pelos pneus tradicionais devido ao nível de resistência e a ampla oferta no mercado.

07