Blog da Jorlan DF

5 cuidados que você deve ter com o sistema elétrico do seu carro

Os carros de hoje em dia vêm se tornando cada vez mais dependentes de seu sistema elétrico. Com o contínuo desenvolvimento da tecnologia e a tendência de automatizar tudo, muitos componentes do carro vêm se tornando elétricos – como o vidro, o porta-malas, a direção, entre outros.

Para que tudo funcione adequadamente, é indispensável fazer a manutenção desse sistema. Confira agora 5 cuidados que você deve tomar com o sistema elétrico do carro.

1. Não exceda a capacidade do sistema elétrico

Todo o sistema elétrico do carro é dimensionado de acordo com a potência instalada de fábrica, o que inclui sistema de partida, luzes de sinalização, sensores, sistema de som, entre outros.

Os componentes do sistema elétrico, incluindo bateria, condutores (cabos), fusíveis, etc, são projetados para suportar essa carga de energia pré-definida, podendo sofrer sobrecarrega caso a potência dos componentes seja ultrapassada.

Um sistema elétrico sobrecarregado pode causar falhas no funcionamento do carro, afetando funções e danificando componentes, o que pode causar grande prejuízo. Além disso, o aquecimento do sistema, provocado pela sobrecarga elétrica, pode gerar curto-circuito, causando risco de incêndio.

Então é melhor tomar cuidado na hora de instalar itens e acessórios elétricos em seu veículo, não é mesmo? Consulte sempre a concessionária antes de fazer uma modificação.

2. Mantenha-se atento aos sinais de problemas

Uma forma de identificar possíveis problemas é ficar atento a alguns sinais que surgem quando seu sistema elétrico não está funcionando bem: caso sinta um cheiro de queimado, isso pode ser um sinal de sobrecarga; se o carro demora a dar a partida, pode haver um problema com o alternador.

Muitas vezes, o sinal pode vir também de um som diferente na partida, ou variação na intensidade dos faróis. Caso o seu carro apresente qualquer um destes sinais, leve-o imediatamente a uma oficina especializada e de confiança.

3. Realize a manutenção preventiva de seu carro

A manutenção preventiva do veículo é extremamente importante, pois irá prevenir que uma falha venha a ocorrer.

É necessário fazer a inspeção da bateria, fazendo o reaperto dos polos periodicamente e, caso haja sinais de corrosão nos terminais, deve-se realizar uma limpeza utilizando escova de aço para melhorar a condução elétrica.

Também deve ser verificado o nível de água da bateria, completando o compartimento com água destilada, caso seja necessário. O funcionamento da bateria com o nível baixo poderá ocasionar diminuição de sua vida útil. Verifique o tipo de sua bateria: as baterias seladas não necessitam reposição de água.

É muito importante também verificar diariamente o funcionamento das luzes de painel, de setas, de freio, e faróis.

4. Evite molhar o sistema elétrico

Devido a sua capacidade de condução elétrica, a água é, sem dúvidas, um problema para qualquer sistema elétrico,  causando curto-circuito.

Ao lavar seu carro, evite jogar água em cima do motor, pois isso pode causar um problema com velas, alternador, bateria, motor de partida, etc. É importante também ser cuidadoso ao passar em poças e áreas alagadas em dias de chuva.

5. Faça revisões no sistema elétrico do carro

Mesmo com todos esses cuidados, é necessário fazer, periodicamente, revisões no sistema elétrico, realizadas por oficina especializada.

Devem ser feitas verificações de tensão no alternador e bateria, com auxílio de um voltímetro, além de verificação de validade da bateria, entre outros testes. E fique atento: a vida útil de uma bateria é de aproximadamente 2 anos.

Gostou de saber como cuidar do sistema elétrico do carro? Siga-nos nas redes sociais e aprenda tudo sobre carros!