Blog da Jorlan DF

4 dicas pra quem quer trocar de carro

O fim de ano está chegando e, com o dinheiro do seu décimo terceiro, você já se decidiu se dar um belo presente de Natal: vai trocar o seu veículo usado por um novo Chevrolet.

Mas vale lembrar que, até dezembro, são poucas semanas para pesquisar os melhores preços, condições e os automóveis com melhor custo-benefício para o seu perfil. Você já sabe o que é preciso analisar e quais detalhes não podem ficar de fora nesse momento? Para te ajudar nessa difícil escolha do carro novo, preparamos este post com uma lista de dicas infalíveis! Confira:

Escolha uma concessionária de confiança

Hoje em dia há muitas concessionárias no mercado, mas algumas se sobressaem por oferecerem não só promoções e taxas mais em conta para o consumidor, como também serviços de assistência, revisão e emplacamento, entre outros, essenciais na vida de qualquer condutor. A melhor concessionária vai ser sempre aquela na qual você confia mais. Pagar mais barato nem sempre significa bom negócio e a responsabilidade de ter um carro não é a mesma de ter uma bicicleta, por exemplo. É preciso ter muito mais cuidado, confiança e atenção.

Empenhe seu veículo usado como entrada no financiamento

Caso você não tenha o dinheiro integral para comprar um automóvel novinho em folha, o ideal é que use o seu como entrada. Independentemente da marca do seu carro, o vendedor avaliará o estado dele e abaterá o valor no seu financiamento. Assim, você se livra instantaneamente da dor de cabeça de ter que vender diretamente para uma pessoa física, que ainda pode te enrolar e não transferir para o nome dele os documentos do veículo, podendo até gerar multas em seu nome.

Jamais saia da concessionária sem seguro

Antes mesmo de sair dirigindo seu carrão novo pela primeira vez, faça um seguro para ele. Isso é mais que essencial. Furtos de veículos e de peças para desmanche são uma realidade que o proprietário de um novo automóvel simplesmente não pode negligenciar, afinal, não vale a pena correr o risco, não é mesmo?

Fique atento ao Código de Defesa do Consumidor

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, no caso de o veículo apresentar problemas de qualquer natureza, o consumidor possui um prazo de até 90 dias para reclamação. Se os problemas não forem resolvidos em 30 dias, o consumidor tem o direito de exigir a troca do veículo por outro do mesmo padrão, o cancelamento da compra ou até mesmo um desconto.

Trocar de carro exige, acima de tudo, bastante pesquisa. Compras por impulso podem resultar em prejuízos futuros. Apesar de a ansiedade não contribuir no momento em que você decide investir em algo tão bom como um carro novo, é preciso fazer tudo com calma, desde o financiamento escolhido até o modelo do carro. E então, você conhece mais dicas que podem ajudar quem está pensando em trocar de carro? Participe, compartilhando através dos comentários!